Syrah e Sauvignon Blanc dominam Catador W Santiago

Publicado por Blog Vinho SIM em 14.7.12 com Sem comentários


Na última segunda-feira, dia 09/07 terminou uma das mais importantes premiações do Chile, a Catad'Or W Wine Awards Santiago, competição de vinhos, licores e aguardentes existente há 17 anos que contou este ano com mais de 600 amostras de cerca de 100 vinícolas chilenas, analisadas às cegas, segundo os padrões da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e da Federação Mundial de Grandes Concursos de Vinhos e "Bebidas Espirituosas". O corpo de jurados contou com especialistas internacionais como Ricardo Grellet, Sergio Correa, Strika Marshall, entre outros.

Este ano, excepcionalmente, os prêmios de Melhor Vinho Branco e Tinto, que geralmente é dado a apenas um vinho branco e um vinho tinto, foi cedido a dois vinhos de cada tipo.


Na categoria brancos levaram o prêmio o Adobe Reserva Sauvignon Blanc 2012 e o Viña Aresti Emiliana y Trisquel Sauvignon Blanc 2011, enquanto na categoria tintos os premiados foram o Errazuriz Aconcagua Costa Syrah 2010 junto com o Casa del Bosque Pequeñas Producciones Syrah 2010.

O destaque do evento foi o fato de ambos premiados na categoria tintos serem varietais 100% Syrah, cepa que vem me chamando atenção e que eu tenho citado como protagonista dos melhores vinhos chilenos há algum tempo, como no artigo Syrah do Chile x Malbec da Argentina  publicado aqui no VINHO SIM alguns meses atrás.

A respeito destes resultados da Syrah, Grant Phelps, enólogo da Casas del Bosque disse: "me parece fantástico que os dois vinhos ganhadores são de Syrahs de clima frio e de estilo tipicamente chileno".

Em relação aos premiados na categoria brancos serem ambos varietais 100% Sauvignon Blanc, o enólogo Cesar Morales, da Emiliana, comentou: "Eu sinto que este prêmio brindou a complexidade aromática e a expressão vibrante, delicada e equilibrada na boca, que só os Sauvignon Blancs chilenos têm."

Além dos ganhadores, outros três vinhos foram premiados com a medalha Gran Oro, o Oveja Negra The Lost Barrel 2009,Cordillera Carmérère 2008, de Miguel Torres e o Late Harvest Reserva Gewürztraminer 2009, de Torreón de Paredes. O caso do Oveja Negra foi especial por se tratar do único corte agraciado com a medalha Gran Oro, prêmio que seu enólogo, Edgar Carter recebeu “feliz, porque o vinho já estava pronto ano passado e estávamos ansiosos para mostrá-lo, mas decidimos deixá-lo mais um ano engarrafado na esperança que pudesse evoluir. E deu certo, estamos colhendo os frutos agora! Além disso, este prêmio fortalece o Vale do Maule, que acredito ter um potencial imenso com a Carignan, a Petit Verdot e a Carménère, justamente as cepas deste corte”.

Além destes destaques, foram distribuídas um total de 74 medalhas de ouro (clique aqui para ver a lista completa de medalhas de ouro) e 68 medalhas de prata (clique aqui para ver a lista completa de medalhas de prata).


É isso. Mais um evento que premia a qualidade da Syrah e da Sauvignon Blanc chilenas, preciosidades da vitivinicultura da América do Sul.
Reações:
Categories: , ,