Vinho contra a Doença de Alzheimer!

Publicado por Blog Vinho SIM em 3.7.12 com Sem comentários
Uvas da Bodega MontGras, no Vale do Colchágua, Chile
Muitos artigos científicos e blogs vem tratando sistematicamente sobre os benefícios do vinho para a saúde humana, inclusive eu aqui no VINHO SIM, no artigo Salvaguardas NÃO, vinho como alimento já! abordei este assunto e ainda mais especificamente neste mesmo artigo, os benefícios do resveratrol para a doença (ou mal) de Alzheimer.

Agora, gostaria de abordar novamente o mal de Alzheimer, mas a partir de um estudo liderado por Cinta Valls-Padret, da Unidad de Lípidos do Hospital Clínic de Barcelona.

O estudo, multidisciplinar, analisou os efeitos preventivos da dieta mediterrânea num grupo de 7447 pessoas, com idade entre 55 e 80 anos.

Apresentado recentemente pela revista Journal of Alzheimer´s Disease (http://www.j-alz.com/), o artigo mostra que o consumo elevado de polifenóis reduz consideravelmente a chance de se desenvolver doenças neurodegenerativas, como a doença de Alzheimer.

Neste artigo citam-se três alimentos chaves para o aporte extra de polifenóis: o azeite de oliva, as nozes e o vinho, sendo aconselhado um consumo diário dos três. Especificamente para o vinho, recomenda-se duas taças por dia para homens e uma taça para mulheres.

O estudo ainda apresenta uma conclusão concreta para cada um dos alimentos. O consumo sistemático de azeite de oliva virgem ajudou a aumentar a pontuação em testes de memória verbal, as nozes melhoraram a pontuação da memória de trabalho e o consumo de vinho ajudou a melhorar a função cognitiva global, isto é, atenção, percepção, juízo, imaginação e linguagem, isto é, a capacidade global de pensamento e raciocínio do indivíduo!

E no Brasil o vinho não é considerado alimento ...

Fontes:
<http://www.saberdevino.com>. Acesso em maio/2012.

<http://www.j-alz.com>. Acesso em maio/2012.
Reações: