Com ou sem madeira? Amayna SB x Amayna SB Barrel Fermented

Publicado por Blog Vinho SIM em 4.8.12 com Sem comentários
No Encontro Mistral 2012 tive a oportunidade de degustar simultaneamente os belíssimos vinhos da Viña Garcés Silva (Amayna), uma pequena vinícola-butique chilena, do Vale de San Antonio – Leyda, que vem sendo considerada uma das grandes estrelas chilenas dos últimos anos.

O Vale de San Antonio – Leyda, próximo à Casablanca, é uma região de clima frio com fortes influências marítimas – está a apenas 14km do Pacífico – onde a Pinot Noir e a Sauvignon Blanc parecem ter encontrado ótimas condições de cultivo.

Robert Parker já declarou algum tempo atrás que “Amayna produz inegavelmente os mais finos Sauvignons Blancs da América Latina” e foi exatamente isso que eu fui apurar ao visitar o estande da Viña Garcés Silva.

Os protagonistas deste artigo são o Amayna Sauvignon Blanc 2010 e o Amayna Sauvignon Blanc Barrel Fermented 2007.


O primeiro é um vinho fantástico. De estilo puro, é um Sauvignon Blanc de extrema tipicidade.
Cor amarelo citrino com nuances esverdeadas e muito brilho. No nariz, pimentão, pimenta branca, limão siciliano e maracujá se destacam imediatamente, acompanhados de notas minerais. Na boca é extremamente fresco e com uma textura incrível, cremoso. As frutas tropicais frescas e maduras se juntam a uma acidez pungente e algo mineral. Um Sauvignon Blanc muito refinado.

R$ 87,00 (Mistral) | Álcool 14,5% | Acidez 5,82g/L

REFINADOEXCELENTE relação QUALIDADE PREÇO



O segundo é um Sauvignon Blanc bem diferente do que estamos acostumados, pois tem uma passagem de 12 meses por barricas de carvalho francês.
A cor amarelo citrino também impera neste vinho, porém, as nuances esverdeadas desaparecem. Ótimo brilho. No nariz, o pimentão também se destaca, mas as frutas cítricas dão lugar a frutas brancas como melão, pera e lichia, além de algumas notas minerais. Na boca tem bem menos frescor que o SB 2010, mas possui um amanteigado bem diferente, lembrando um pouco o estilo de muitos Chardonnays sulamericanos. As frutas brancas se juntam a notas tostadas. É, sem dúvida alguma, um vinho de qualidade excelente, mas não me encantou, achei que a Sauvignon Blanc perdeu um pouco o brilho com esse estilo barricado, mas é uma prova que vale muito a pena, pois este vinho não tem similar na América do Sul.

R$ 117,00 (Mistral) | Álcool 14,5% | Acidez 5,66g/L

EXCELENTE EXCELENTE relação QUALIDADE PREÇO


O resultado final, na minha opinião, é uma “vitória” do Amayna SB 2010, de estilo mais puro é fiel à casta, porém, se pudesse dar uma sugestão, esta seria: prove os dois!
Reações: