Circuito Brasileiro de Degustação: e as salvaguardas?

Publicado por Blog Vinho SIM em 19.9.12 com Sem comentários


Depois de passar por Curitiba, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, em maio, e  Porto Alegre, no último dia 13, o Circuito Brasileiro de Degustação chegou a São Paulo nesta segunda-feira 17/09, contando com a participação de 21 vinícolas brasileiras que trouxeram mais de
120 rótulos de vinhos, espumantes e suco de uva 100%.

Este tipo de evento, aberto ao público, é sempre uma boa oportunidade para os consumidores conhecerem alguns vinhos e conferirem as novidades da produção nacional.


Melhor que isso é a oportunidade de conversar direto com alguns produtores e indagá-los diretamente sobre as salvaguardas.
É claro que alguns dos maiores “salvaguardistas” brasileiros não estavam presentes, uma vez que são donos de vinícolas de médio e grande porte, raramente dão as caras neste tipo de evento e mandam apenas representantes, que se omitem de opinar sobre um assunto tão importante.

Senti uma certa tensão nas palavras de alguns ao falar sobre o assunto. A maioria se mostra aflito pela espera, já que começam a sentir algum efeito do mercado sobre as vendas. Fiquei feliz ao ouvir palavras de alguns deles, mostrando-se confiantes pela decisão contrária à medida, já que acreditam que este não é caminho para alavancar as vendas de vinhos no mercado nacional.

Continuamos aguardando ...

Voltando ao evento, duas “atrações” apresentadas foram as degustações temáticas conduzidas pelos jornalistas e críticos de vinhos Christian Burgos, da revista Adega, que conduziu a “Abre-alas” – supostamente com vinhos que ele costuma tomar no seu dia a dia – e Horst Kissmann, da Prazeres da Mesa, que conduziu a “Em cartaz na sua adega”, com seis destaques entre os vinhos brasileiros lançados em 2012.


Burgos escolheu os seguintes rótulos para o seu painel: Cada Valduga Gran Reserva Extra Brut 2006, Luiz Argenta Gran Reserva Chardonnay 2009, Dal Pizzol Pinot Noir 2012, Miolo Quinta do Seival Castas Portuguesas 2008, Antonio Dias Tannat 2009 e o Perini Éden Licoroso.


Já a degustação conduzida por Kissmann contou com um painel composto por: Salton Nature Gerações Antônio Domênico, Viapiana Expressões Chardonnay 2011, Perini Fração Única 2010, Pizzato Fausto Verde 2009, Casa Valduga Gran Raízes Corte 2009 e Almaden Vinhas Veçhas Tannat 2011.
As degustações foram bem organizadas e conduzidas, mas tenho algumas restrições quanto aos vinhos escolhidos.

No geral, foi um evento bacana, descontraído e com vinhos interessantes, ideal para rever alguns amigos representantes e produtores e provar algumas novidades dos vinhos brasileiros. Num próximo post, vou apresentar meus destaques, com as 5 melhores provas realizadas, será o TOP 5 VINHO SIM - Circuito Brasileiro de Degustação! Aguardem.
Reações: