Vinho do mês [AGOSTO/2012]: Família Deicas - Don Pascual Roble - Edición Limitada - Merlot 2008

Publicado por Blog Vinho SIM em 4.9.12 com 1 comentário


Conheci a vinícola Juanicó (Establecimiento Juanicó – Família Deicas) em outubro de 2011, ocasião na qual provei este vinho (junto com uma porção de outros) e achei espetacular! Como não podia deixar de fazer, trouxe alguns para casa para poder confirmar aquelas impressões obtidas no Uruguai.

Antes de comentar do vinho, vou escrever algumas linhas sobre a Família Deicas.

Vinhedos da propriedade da Família Deicas, em Juanicó.
A vinícola é conduzida pela Família Deicas e o patriarca e fundador, sr. Juan Carlos Deicas - acompanhado de filhos e netos - ainda é presente no dia-a-dia da empresa, a maior produtora do Uruguai – mais de 4 milhões de litros produzidos na última safra - e talvez a maior reponsável pelo desenvolvimento e crescimento da vitivinicultura do país, tendo sido pioneira numa série de ações que mudaram a forma do nosso vizinho pensar seu vinho, principalmente em se tratando de qualidade, já que foi a primeira a produzir um grande vinho de guarda (em 1992), a primeira a ganhar uma Gran Medalla de Oro num grande concurso internacional (1996, na Espanha), foi a criadora a categoria Roble o Uruguai (em 1996, com a linha Don Pascual), a primeira vinícola sulamericana a obter certificação ISSO 9001 (em 1998), a primeira a produzir um Licor de Tannat (em 2002), dentre muitas outras contribuições para a vitivinicultura uruguaia.

Após esta visão inicial deste ótimo produtor, vamos àquele que foi eleito o VINHO de AGOSTO pelo blog Vinho SIM, o Família Deicas – Don Pascual - Edición Limitada Single Barrel – Merlot 2008.

Os vinhos da linha Don Pascual - Edición Limitada são vinhos de guarda que vêm de uma seleção especial feita das melhores barricas. Single Barrel significa que cada barrica é envasada diretamente, de forma separada e sem filtragem, gerando poucas garrafas, numeradas à mão e que são verdadeiramente únicas.

O exemplar provado foi a garrafa 12 – de um total de apenas 266 – provenientes da barrica no 1712, como se pode ver na foto inicial do post.

Cor vermelho rubi brilhante. Aromas de frutas negras maduras, nitidamente ameixas e mirtilos, acompanhados de notas de especiarias doces (canela) e chocolate. Paladar muito sedoso, com taninos bem maduros. Frutas em calda e chocolate voltam a aparecer. Surge também uma certa mineralidade. Acidez correta. Vinho extremamente equilibrado. No auge.


Para acompanhá-lo, preparei um risoto de miolo de alcachofra com presunto parma e a harmonização foi espetacular.


Quem importa a Família Deicas para o Brasil é a Interfood, mas não encontrei este vinho para venda no Brasil. No Uruguai custa por volta dos US$ 25,00.

Alcool 13,2%

Avaliação Vinho SIM: REFINADO / Relação QUALIDADE-PREÇO: S/A.
Reações: