Direto de Mendoza: Domínio del Plata: uma vinícola "autoral"

Publicado por Blog Vinho SIM em 24.1.13 com Sem comentários

Uma vinícolaAutoral”. É assim que eu defino a Bodega Domínio del Plata, projeto pessoal da enóloga Susana Balbo, localizada no distrito de Agrelo, em Luján de Cuyo, Mendoza.

É muito comum ouvirmos aqui no Brasil o termo "vinhos de autor", que é normalmente atribuído a vinhos que possuem uma marca, uma personalidade específica que os relacionem a determinado enólogo ou mesmo à determinada vinícola. Definitivamente este termo é pequeno demais para o projeto que Susana Balbo iniciou em 1999 e que já acumula anos e anos de muito sucesso.


Se Mendoza é hoje, possivelmente, a região do mundo com o maior número de mulheres comandando a produção nas vinícolas, muito se deve a Susana Balbo, a pioneira enóloga formada em 1981 que trabalhou durante mais de 20 anos prestando assessoria e produzindo vinho nas mais distintas regiões do mundo, como Austrália, Califórnia, Chile, França, Itália, África do Sul e Espanha antes de produzir os próprios vinhos e se tornar uma referência no mundo dos vinhos.

A produção dos meus próprios vinhos em Dominio del Plata é para mim a consagração de todos os meus esforços como enóloga, fruto do trabalho de tantos anos. Poderia dizer que a Bodega é como meu terceiro filho, um sonho tornado realidade

Susana Balbo, em declaração para o site da Dominio del Plata

Ao fundo os vinhedos da Domínio del Plata, no distrito de Agrelo, em Luján de Cuyo - Mendoza

A enóloga participou e participa de tudo o que acontece na Domínio del Plata, desde o desenho do prédio sede da vinícola, até a elaboração final dos vinhos, passando por todas as etapas intermediárias, como o projeto dos vinhedos, a escolha das variedades, as plantações, o sistema de irrigação, enfim, tudo o que necessário desde a colheita até o produto final. Essa é a minha definição para uma vinícola Autoral.

Agendei minha visita diretamente daqui do Brasil, por e-mail, e meu remis em Mendoza, Ariel Sosa, fez a confirmação de horário com a vinícola. Tudo muito tranquilo e eficiente.


Recebidos pelo atencioso amigo Rodolfo Juárez, passeamos um pouco pelas instalações da vinícola, conhecendo parte dos vinhedos, a linha de produção e a sala de barricas, antes de chegarmos à simpática sala de degustações, onde tivemos a oportunidade de provar 3 vinhos de linhas diferentes, selecionados pelo Rodolfo.

 


Provamos, da esquerda para a direita:

1) Crios Torrontés 2012: grande sucesso de vendas no Brasil, a linha Crios apresenta sempre vinhos leves e agradáveis. Este branco é um típico Torrontés mendocino, muito aromático e com final adocicado. Ótimo para acompanhar entradas leves e pratos à base de frutos do mar.

2) Susana Balbo Signature – Cabernet Sauvignon 2010: Um CS um pouco diferente, pois praticamente não possui uma das características mais marcantes da casta: as notas de pimentão verde. Segundo Rodolfo, a vinícola tem um tratamento especial das parreiras para suavizar estas notas e tornar o vinho mais delicado. Muito macio e gostoso de beber. Para o meu paladar, um pouquinho mais de acidez o deixaria ainda melhor.

3) Benmarco Expressivo 2010: Corte de 50% Malbec, 20% Cabernet Sauvignon, 10% Petit Verdot, 10% Syrah e 10% Tannat com 16 meses de barricas francesas (70%) e americanas (30%), limitado a 7200 garrafas. Certamente um dos melhores vinhos de Mendoza, com muita fruta e toques mentolados no nariz. Na boca é bem concentrado, mas com uma acidez que torna o conjunto muito harmonioso. Apesar do preço na casa dos R$ 120,00 é um vinho de ótima relação qualidade-preço.

Vale lembrar que os vinhos da Domínio del Plata são importados para o Brasil pela Cantu (http://www.cantuimportadora.com.br/).


Uma visita muito agradável, com ótimos vinhos e altamente recomendada. A Domínio del Plata tem horários específicos para atendimento ao público (de 2ª à 6ª às 10h, 12h e 15h30) e convém fazer o agendamento pelo telefone (+54) 261 498 9200 ou através do e-mail info@dominiodelplata.com.ar.

Qualquer dúvida, sugestão, etc deixe seu comentário que será um prazer responder e ajudar na sua visita à capital do Sol e da Malbec.

Que Baco nos ilumine.
Reações: