segunda-feira, 28 de outubro de 2013

TOP 5 - Os melhores lugares para comprar/beber vinho no ABC - SP


Moro no "ABC" Paulista desde sempre. Nasci e cresci por aqui - mais precisamente em Santo André - e como bom filho desta terra, conheço relativamente bem a região composta de 7 cidades (Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), mais de 2,5 milhões de habitantes e 825 km² de área.

Embora o consumo de brancos, rosés, tintos e afins não seja nenhuma novidade por aqui, a verdade é que os moradores da província do Grande ABC (como gosta de definir o jornalista Daniel Lima) ainda não se acostumaram a frequentar nossas casas de vinhos e, grande parte das vezes, partem para "a Capital" em busca de melhores opções, preços e atendimento especializado e, em grande parte das vezes (infelizmente!) com razão.

No entanto, de alguns anos para cá, novas adegas, empórios e até winebares surgiram na região, trazendo boas opções para quem não quer enfrentar o caótico e imprevisível trânsito para sair daqui rumo à capital. É fato que ainda não estamos competindo de igual para igual com as melhores lojas de São Paulo, mas é fato também que estamos em evolução e, com uma população consumidora de vinhos cada maior e mais exigente, é provável que novas boas opções surjam e que as existentes também melhorem para atender à esta demanda. Assim esperamos!

A confecção de uma lista TOP 5, TOP 10 ou seja o que for não é uma tarefa muito simples, pois sempre desagradará alguns, já que é muito possível que algum(uns) dos seus favoritos ficará(ão) de fora. Para que a confecção desta lista não apresentasse apenas uma opinião pessoal do Vinho SIM, contei com a colaboração de diversos amigos e conhecidos, todos grandes apreciadores de vinhos, jornalistas e/ou blogueiros, frequentadores assíduos dos estabelecimentos daqui, além de moradores de uma das 7 cidades da região, claro, para os quais perguntei: "na sua opinião, quais são as 3 melhores adegas/enotecas/empórios do ABC?".

Como a ideia deste artigo é apenas saudar e parabenizar os estabelecimentos que vêm desenvolvendo um ótimo trabalho pelo vinho na nossa região, optei apenas por apresentar a lista das 5 melhores Adegas/Enotecas/Empórios do ABC, sem qualquer classificação.

ADEGA TONEL DO RUDGE
R. Afonsina, 316 • Rudge Ramos • São Bernardo do Campo • (11) 4365-2020


Apesar de não ser a mais sofisticada e não possuir uma carta de vinhos tão vasta, a tradicional adega do bairro do Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, tem atributos suficientes para amealhar seu lugar nos TOP 5 do ABC.
Para começar é de longe a mais tradicional do ABC. Certamente o local onde muitos apreciadores da região começaram a gostar de vinho, dentre eles este que vos escreve. 
Outro grande atributo da Tonel é a grande parceria com vinícolas nacionais. Tudo começou com degustações de vinhos simples, tintos produzidos sob título “Bordô” e brancos produzidos com uvas Niágara - que existe até hoje a qualquer dia que se chegue na casa -, mas a casa evoluiu com os anos e hoje, não é difícil chegar lá e poder provar bons exemplares da Don Laurindo, Pizzato, Salton, dentre outros, além de alguns importados. É de longe a maior parceira do vinho nacional no ABC e quiçá em São Paulo. Eu pelo menos não conheço nenhuma loja “melhor” neste quesito.

EMPÓRIO HEDONISTE

Rua das Bandeiras, 336 Bairro Jardim Santo André (11) 4901-5625


A mais nova opção em Santo André é certamente a que possui os produtos mais refinados do ABC e também as melhores opções em vinhos franceses, uma vez que a empresa começou como uma importadora de Champagnes artesanais e hoje possui diversos produtos de importação própria. Parcerias com diversas pequenas importadoras enriquecem a carta de vinhos da casa, que possui desde os clássicos até opções de regiões menos conhecidos e de produção limitada.
Pães quentinhos e diversos produtos gourmet dão um charme todo especial ao empório que ainda oferece diversas opções de tábuas de frios e vinhos de taça no seu winebar todos os dias.

EMPÓRIO DO BACALHAU

Rua Padre Lustosa, 374 Centro São Bernardo do Campo (11) 4123.5651
Rua Continental, 389 Jd. Do Mar São Bernardo do Campo (11) 2356-2010
Av. Higienópolis, 87 Vl. Gilda Santo André (11) 2669-1418
A casa começou como um restaurante (Bacalhau e Vinho Verde) no Centro de São Bernardo, que possuía uma pequena loja acoplada onde os clientes podiam escolher seu vinho para acompanhar os pratos portugueses, tornou-se rapidamente uma referência em vinhos na região, principalmente devido aos preços competitivos e ao atendimento que foi se especializando à medida que a casa crescia. Hoje o restaurante ainda funciona e o Empório do Bacalhau conta 4 unidades, sendo que na mais nova delas, intitulada Loja Conceito, conta com um winebar muito simpático.
A vasta carta de vinhos, a facilidade de comprar pelo site, os bons preços e o ótimo atendimento são os destaques da loja.

EMPORIUM DINIS

Park Shopping São Caetano Loja 1055
Alameda Terracota, 545 Espaço Cerâmica São Caetano do Sul   (11) 4233-8488 


Com lojas em grandes shoppings de São Paulo, o Emporium Dinis chegou ao ABC (Park Shopping São Caetano) para ocupar um espaço que ainda estava vago. Se não possui os preços mais convidativos da região e não tem a tradição e ligação com a região como outras lojas, a extensa carta de vinhos - com mais de 1000 rótulos - e o conforto que uma loja de shopping oferece, além de produtos gourmet de grande qualidade e atendimento especializado são atributos suficientes para colocá-la nesta lista das 5 melhores do ABC.

ADEGA & EMPÓRIO ABC

Avenida Lino Jardim - 854 Vila Bastos Santo André   (11) 4436-3813 


A loja, que conta com localização privilegiada, bem no coração de Santo André, vem crescendo a cada ano em diversidade/qualidade de produtos, mas o que realmente a coloca neste TOP 5 é o grande número de eventos-degustações que realiza durante o ano todo, com destaque para o Workshop de Vinhos, no qual diversas importadoras e, pelo menos uma vinícola brasileira, apresentam alguns de seus rótulos com preços diferenciados, com descontos especiais que valem a pena.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Vinho do Mês [SETEMBRO/2013]: Família Deicas - 1er Cru D'Exception Tannat 2006


Quem vem acompanhando o blog se acostumou a ver no final de cada mês (nem todos ... rs), a coluna Vinho do mês, em que o vinho que mais gostei dentro daquele período recebe este "título" e entra para o "Hall da Fama" do Vinho SIM.

Nos últimos meses acabei não sendo muito assíduo na elaboração desta coluna (um pouco por falta de tempo e outro pouco por alguma indecisão no momento da escolha), mas neste mês eu seria injusto se não publicasse algo sobre este tannat puro sangue uruguaio.

O eleito de setembro/2013 é um vinho fora de série, daqueles que você lembra dos aromas por muito tempo e cujo restrogosto é quase infinito. Já faz algumas semanas que provei o 1er Cru D'Excpetion Tannat 2006, da Família Deicas, mas ainda me lembro como fosse há poucos minutos ...

Já demonstrei no artigo "Uruguai, um país de vinhos únicos!" que sou fã dos vinhos do nosso "menor" vizinho (sim, menor entre aspas, pois este adjetivo, neste caso, é apenas uma alusão às dimensões geográficas do país, pois os vinhos ... ahh os vinhos uruguaios ...) e para mim, falar do vinho uruguaio é chover no molhado. Prova após prova estes vinhos me surpreendem e agradam cada vez mais.

Um pouquinho sobre a Família Deicas (Establecimiento Juanicó)

Conheci a vinícola Juanicó (Establecimiento Juanicó – Família Deicas) em outubro de 2011, ocasião na qual provei este vinho (junto com uma porção de outros) e achei espetacular!

A vinícola é conduzida pela Família Deicas e o patriarca e fundador, sr. Juan Carlos Deicas - acompanhado de filhos e netos - ainda é presente no dia-a-dia da empresa, a maior produtora do Uruguai – mais de 4 milhões de litros produzidos na última safra - e, possivelmente, uma das grandes reponsávelis pelo desenvolvimento e crescimento da vitivinicultura do país, tendo sido pioneira numa série de ações que mudaram a forma do nosso vizinho pensar seu vinho, principalmente em se tratando de qualidade, já que foi a primeira a produzir um grande vinho de guarda (em 1992), a primeira a ganhar uma Gran Medalla de Oro num grande concurso internacional (1996, na Espanha), foi a criadora a categoria Roble o Uruguai (em 1996, com a linha Don Pascual), a primeira vinícola sulamericana a obter certificação ISSO 9001 (em 1998), a primeira a produzir um Licor de Tannat (em 2002), dentre muitas outras contribuições para a vitivinicultura uruguaia.

O vinho: 1er Cru D'Exception Tannat 2006



Para começar, um vermelho vivo bem escuro com nuances violáceas - quase negro - chama a atenção, muito límpido e brilhante.

No nariz, as notas de frutas vermelhas e negras maduras aparecem de cara, aos poucos sendo substituídas por frutas secas, me trazendo fortes lembranças das misturas de frutas que são muito comuns de se ver no período natalino, além de diversas notas aportadas por toda elaboração em tonéis de carvalho e envelhecimento em barricas, tais como chocolate e café torrado.

No primeiro gole, a superação. A textura densa volumosa enche a boca trazendo de volta as impressões de frutas maduras e secas, agora permeadas por um toque mineral quase salgado e ótima acidez.


Não há dúvida alguma que se trata de um dos grandes exemplares uruguaios, sulamericanos e, quicá, do mundo. Um vinho de ótimo equilíbrio, com muita personalidade e que mostra o que de melhor de se pode fazer com a tannat.


Para a harmonização escolhi carré de cordeiro acompanhado de batatas e vagens sauté, que casaram perfeitamente com o vinho.

 

Certamente carnes vermelhas mais gordurosas, como uma bela costela ou um entrecote argentino braseados também seriam escoltas perfeitas para este vinho.

Infelizmente, para o meu bolso, seu preço aqui no Brasil é pouco convidativo, mas caso vá ao Uruguai ou encontre-o no freeshop, recomendo a compra, pois vale a experiência da prova.

No site da Todo Vino (www.todovino.com.br) é encontrado por R$ 600,00 e na wine.com há a safra 2005 por "míseros" R$ 385,00.

R$ 600,00 (Interfood) | Álcool 12,5%

Avaliação Vinho SIM: REFINADO (18/20)

Qual dos vinhos seguir você gostaria de ver comentado aqui no Vinho SIM?