Bodega Bouza (Uruguai)

Publicado por Blog Vinho SIM em 12.8.14 com 2 comentários

Nos últimos anos, visitar a Bodega Bouza já virou programa obrigatório em Montevidéu.

Proximidade do centro da cidade, ótimos vinhos, uma bela coleção de carros e um restaurante com linda vista e um cardápio bem variado são um conjunto interessante de atrativos para atrair os turistas até a famosa bodega uruguaia.

A vinícola é um empreendimento familiar sediada numa construção de 1942 que foi completamente restaurada em 2002, onde se manteve o máximo da estrutura inicial, que dá um tradicional-moderno bem bacana para as visitas.

Hoje são pouco menos de 30ha de vinhedos de Chardonnay, Albariño, Tempranillo, Merlot e Tannat, dos quais me chama mais à atenção as parcelas (quartéis) de meio hectare, que dão origem a vinhos únicos denominados Parcelas Única - vinhos que vêm recebendo altas notas, tanto da crítica, como dos consumidores -, como é o caso dos já consagrados Tannat B6 e Tannat A6, do saboroso Tannat B2, que pudemos provar nesta visita e da novidade Tempranillo B15. A letra que vem a frente do número (A ou B) é uma referência aos vinhedos, A para uvas de vinhedos localizados junto à sede da vinícola e B para os vinhedos de Las Violetas (Canelones).

A visita guiada, que além de passar pelo vinhedo, bodega e cava, também dá direito a conhecer um pequeno museu - onde há uma coleção de carros e motos antigos da família -, é altamente recomendada, principalmente para entrar no clima e se preparar para a degustação e, se tiver oportunidade, o almoço (ou ainda o almoço-degustação) com uma das vistas mais bonitas de Montevidéu.

 

O Blog Vinho SIM esteve na Bouza e, conduzidos pela Cristina Santoro, provamos alguns vinhos da vinícola, cujos destaques estamos comentados a seguir.


Bouza Albariño 2012

Casta muito pouco explorada na América do Sul e que vem dando alguns bons frutos no Uruguai, como é o caso deste exemplar com um conjunto fruta-acidez muito equilibrado. Seu preço no Brasil não é dos mais atrativos, mas, sem dúvida, é um vinho de muita qualidade e personalidade
Nota: 15,5/20
Preço Brasil: R$ 108,00

Bouza Tannat 2012

Para mim, uma das melhores relações qualidade-preço do mercado brasileiro. Um Tannat aromático e vivo, com muito boa acide e perfeita integração dos 10 meses de carvalho americano e francês com a fruta. Elegante e com certa complexidade. Taninos maduros e final longo.
Nota: 16/20
Preço Brasil: R$ 78,00

Bouza Tannat B2 2011

De uma categoria superior à do vinho anterior e 14 meses de barricas novas de carvalho americano, este vinho é, certamente um dos melhores Tannats do Uruguai, com muitas notas defumadas e doces, provenientes do envelhecimento em carvalho, mas sem perder a fruta e vivacidade típica dos vinhos do nosso vizinho.
Nota: 17/20
Preço Brasil: não disponível.

Bouza Monte Vide Eu Tannat B2 2011

Um ícone, este vinho é um corte de 50% Tannat, 30% Merlot e 20% Tempranillo, todas das melhores parcelas da vinícola, vinificadas de forma separada com passagem por barricas francesas e americanas entre 8 e 14 meses. Este vinho, cujo nome praticamente se confunde com a história do vinho uruguaio, é uma grande explosão de aromas e sabores, trazendo muita fruta negra com toques de especiarias, baunilha, chocolate e café em abundância. Na boca é denso e sedoso, com uma ótima acidez que confere ao vinho uma grande avaliação no quesito “vontade de continuar bebendo”.
Nota: 17,5/20
Preço Brasil: R$ 242,00.

Por que visitar?

Tour muito instrutivo com direito a conhecer o mini museu de carros e motos antigas.
Restaurante com ótimas opções de pratos e vinhos.

Importador no Brasil: Decanter.

Que Baco nos ilumine!
Reações:
Categories: ,