American Wine Show São Paulo 2014: o melhor do vinho estadunidense no Brasil!

Publicado por Blog Vinho SIM em 26.9.14 com Sem comentários
A tarde da última terça-feira, dia 24/09, reservou momentos muito especiais para o mundo do vinho em São Paulo, onde a importadora Smart Buy Wines - organizadora da maior degustação de vinhos dos Estados Unidos já realizada no Brasil, a American Wine Show 2014 -, através de seus proprietários, Odmar e Giselda Badelucci, apresentou para a imprensa e convidados alguns dos vinhos estadunidenses mais prestigiosos no nosso mercado.

O evento contou com representantes de algumas vinícolas, assim como alguns outros grandes nomes ligados ao vinho norte americano, como o Master Sommelier Geoff Kruth, Vivien Gay, presidente do Conselho Internacional do Napa Valley, Jeff Gordon, o primeiro presidente da Associação dos produtores de uvas de Washington, dentre outros.

O serviço foi conduzido pelo sommelier da Smart Buy, Marcos Martins, acompanhado pela equipe da BOS BBQ, sede do encontro e considerada a primeira Barbecue House do Brasil.


Foram apresentados 7 rótulos, todos do catálago da importadora, cujas impressões pessoais apresento a seguir.

Chateau Montelena Chardonnay 2010

O 100% Chardonnay de Napa Valley é um clássico dos brancos estadunidenses, com o tradicional toque inicial amadeirado (10 meses de barricas de carvalho francês, 8% novas) - neste caso bem afinado e integrado no conjunto -, bom frutado alternando entre o fresco e o maduro, muito boa acidez e uma ponta de álcool no final. Vinho interessante, mas com o preço um pouco salgado pro nosso mercado.

Nota VS: 16/20 - Preço: R$ 417,00

Duckhorn Merlot 2011


Mais um representante do Napa Valley, que na verdade é um corte de 83% Merlot, 10% Cabernet Sauvignon, 2,5% Petit Verdot, 2,5% Malbec e 2% Cabernet Fran, com 15 meses de passagem por barricas francesas, 25% novas e 75% de segundo uso.
O ataque aromático inicial tem destaque para gostosos toques defumados, que seduzem e, ao mesmo tempo, encobrem um pouco a esperada presença de um frutado típico dos Merlots, que aparece com certa discrição. Na boca, essa "decepção" inicial desaparece e as notas de cerejas e ameixas dão a tônica, acompanhadas por algo especiado e um ótimo frescor.   

Nota VS: 16/20 - Preço: R$ 399,00
















Clos du Val Cabernet Sauvignon 2010

Outro representante do Napa Valley que é um corte de 86% Cabernet Sauvignon, 5% Merlot, 7% Cabernet Franc e 2% Petit Verdot, com 10 meses de passagem por barricas de carvalho francês.
O famoso Clos du Val agrada sempre e, nesta safra, não foi diferente. Para mim este é um exemplar para se colocar em livros de vinificação da CS, uma verdadeira bomba de groselhas frescas com menta, contornada por deliciosos toques amadeirados. Um vinho intrigante que traz doçura e frescor em camadas e consegue mostrar complexidade aliada a uma facilidade de beber de dar inveja aos melhores produtores do mundo. 

Nota VS: 17,5/20 - Preço: R$ 246,00

Ferrari-Carano Prevail 2005


Este representante do Alexander Valley é um corte de 65% Cabernet Sauvignon e 35% Syrah com amadurecimento em carvalho francês (não encontrei o tempo) 65% de primeiro uso e 35% de segundo uso.
A safra 2005, embora não apresente nenhum defeito já me parece em declínio. Os aromas de fruta supermadura já parecem um pouco enjoativos no nariz, mas a (ainda) boa presença da madeira conseguem suavizar a impressão inicial. Por pouco tempo, já que o paladar ressente de acidez, sensação que é potencializada pela pontada de álcool que parece sobrar no final. Uma pena não poder provar safras mais jovens (a que está atualmente no catálogo é a 2009) para conferir essas impressões.

Nota VS: 15/20 - Preço: R$ 359,00 (safra 2009)








Buena Vista Zinfandel 2010


Partimos agora para um exemplar produzido com 100% Zinfandel de Sonoma, um dos carros-chefes da vitivinicultura estadunidense. Com 14 meses de passagem por barricas de carvalho francês, americano e húngaro, mostrou-se cheio de fruta, com framboesa e mirtilo sem moderação, acompanhados por algum toque especiado. Gostoso tostado, boa acidez e um final médio-longo.

Nota VS: 16/20 - Preço: R$ 149,00


.













Silver OAK 2008


Outro representante do Alexander Valley, o sexto vinho da prova é o sempre constante Silver OAK, 100% Cabernet Sauvignon com 25 meses de passagem por barricas de carvalho americnano, 50% novas.
Opulento, complexo e de ótima estrutura. Nariz cheio de frutas negras, com destaque para groselhas, acompanhadas por toques mentolados e de especiarias doces. Na boca tem taninos super redondos, perfeito conjunto fruta-acidez, que são um convite intermitente para o próximo gole. O preço não é dos mais convidativos, mas, ainda assim, vale a prova.

Nota VS: 18/20 - Preço: R$ 860,00 (2009) e R$ 537,00 (2010)


Gordon Estate Syrah 2010


Este 100% Syrah de Columbia Valley, com passagem de 22 meses de barricas de carvalho é certamente um dos exemplares estadunidenses mais interessantes no nosso mercado. Considerado um Syrah de clima frio traz um nariz cheio de toques de frutas frescas, flores e ervas frescas. Na boca tem ótimo conjunto fruta-acidez em perfeita harmonia com uma textura sedosa e amanteigada e um final longo e encantador. Certamente a melhor relação qualidade-preço da tarde.

Nota VS: 17/20 - Preço: R$ 152,00


Considerações finais.

- Odmar e Giselda Badelucci acertaram em cheio organizando, de forma inédita, um encontro para apresentar vinhos dos Estados Unidos ao mercado brasileiro. Pioneirismo, ousadia e coragem louváveis num mercado cada vez mais previsível, mas sedento por novidades.

- Os vinhos estadunidenses (pelo menos os apresentados!) têm diversos atributos para agradar ao paladar brasileiro e a seleção feita pela importadora me parece bem criteriosa e detalhada visando realmente nosso mercado. O único "asterisco" ate então é o preço, principalmente se levarmos em conta a gama de produtos que existe no Brasil.

O destaque final vai para o ótimo trabalho de assessoria prestado pela Inbox Comunicação, através da Fernanda Lage, exemplar desde os primeiros contatos até a data do encontro.

Deixo aqui meus parabéns à organização geral do evento.

Que Baco nos ilumine!
Reações: