Uma noite especial em Mendoza: vinho, jantar e astronomia! Pode ter algo mais especial?

Publicado por Blog Vinho SIM em 1.9.14 com Sem comentários
 

Mendoza, a cidade apelidada de Cidade do Sol, agora também pode ser considerada a Cidade das Estrelas! Isso mesmo, a Cidade das Estrelas! Isso por conta de uma atividade recente que vem revolucionando a forma de fazer turismo em Mendoza.

A cidade, super reconhecida por suas fantásticas vinícolas e sua crescente gastronomia agora conta com uma opção de passeio que, pessoalmente, me encantou bastante, chamado Vino, Cena & Astronomia, promovida pela Tres Marias Wine Tours uma operadora/receptivo local que vem trabalhando de uma forma muito séria, proporcionando ao turista diversas opções que há pouco nem se imaginava na capital do vinho argentino.

A atividade, que é conduzida, nada mais nada menos, pela renomada astrônoma Beatriz Garcia, do Observatório Pierre Auger, em Malargüe e com diversos trabalhados publicados na área, é descrita pela própria pesquisadora do CONICET (Consejo Nacional de Investigaciones Cientificas) da Argentina assim:

"Enmarcado por montañas y vides, el paisaje celeste puede transformarse en el lienzo en donde redescubrir aquellas historias que los seres humanos escribimos con las estrellas. La brújula, el reloj y el calendario se diseñan con las constelaciones y el paisaje celeste se une con el terrestre mostrándonos cómo, finalmente, existe un vínculo indisoluble entre el ser humano y el Universo".

A convite da Gabriela Castellví, uma das três Marias, conheci a atividade, que foi realizada na Bodega Otaviano na fria noite do dia 04/07 e fiquei muito surpreso com a organização e qualidade apresentados, que mostraram todo o respeito que as três vertentes da atividade - o vinho, a comida e astronomia - merecem.

Prática:

Começamos a atividade com uma pequena aula ainda dentro da bodega sobre como observar o céu noturno a olho nu a partir de uma carta celeste bastante simples e eficiente e logo depois saímos para testar as dicas. Primeiro ponto positivo para a atividade: todos os participantes conseguiram identificar as principais constelações na linda noite mendocina!

A aula continua com mais algumas dicas sobre o céu noturno e, logo depois somos convidados a voltar para a bodega para começar a desfrutar da parte mais conhecida de Mendoza, seus vinhos e sua gastronomia. Segundo ponto positivo para a atividade: apesar da temperatura de pouquíssimos graus Celsius, diversos participantes (dentre eles, este que vos escreve, claro!) quiseram ficar mais um pouquinho observando. Também é claro que a Beatriz nos acompanhou!



Entre um assunto e outro e uma dúvida e outra, fomos conduzidos à mesa e recebidos por deliciosas empanadas acompanhadas pelo ótimo Penedo Borges Cabernet Sauvignon Gran Reserva 2012, um vinho carnudo, de muita presença na boca e conjunto fruta-acidez muito equilibrado. 


O jantar ainda continuou com duas opções de caldos quentes, um elaborado a partir da humita, uma espécie de creme de milho com alguns temperos, muito comum na região e outro a partir de lentilhas. Ambos fantásticos, cheios de sabor local. Terceiro ponto positivo: a união do vinho mendocino com a comida local sempre traz grandes harmonizações, além de nos dar a possibilidade de compreender um pouco mais da cultura local.


Depois do jantar ainda tivemos mais algum tempo de observações. Agora munidos com um binóculo somos convidados a observar a Lua e entender um pouquinho mais sobre o nosso único satélite natural! O saboroso (e quentinho) jantar e os vinhos ajudaram a aguentar o frio que fazia fora da bodega.

Depois da segunda parte da aula, ainda fomos brindados com uma degustação de chocolates com o vinho colheita tardia da Otaviano e café!


E foi assim.

A atividade é mais comum de ser realizada no verão, com direito à caminhadas pelos vinhedos e taça de espumante nas mãos, porém, ao meu ver, é imperdível em qualquer época do ano, já que temos a possibilidade de observar "diversos céus" ao longo do ano, além de todo charme que só o inverno pode proporcionar.




Que Baco nos ilumine!
Reações: