Bodega Casa Filgueira (Uruguai)

Publicado por Blog Vinho SIM em 20.8.15 com Sem comentários

Visite o site da Bodega Filgueira

Muita tradição remonta sobre o nome da Bodega Filgueira no Uruguai, cuja história vou tentar resumir dividida em três partes.


Na primeira delas, desde o início do século XX, com as primeiras videiras plantadas por Manuel Filgueira ao redor da propriedade localizada quase às margens do Rio Santa Lucia, em Canelones onde, por quase 70 anos, a família trabalhou duro para colocar o nome da vinícola entre os mais conceituados produtores do Uruguai, reconhecida pele esmero da produção e consequente qualidade dos vinhos.

Na segunda parte, a continuidade do Dr. José Luis Filgueira, médico cardiologista e filho de Manuel que, com mais juventude, impulsionou grandes avanços tecnológicos ao empreendimento juntamente com sua esposa, a sra. Martha Chiossoni que, ao se tornar diretora da vinícola em 1992 truxe “frescor” e toques de refinamento ao projeto da empresa que culminou, em 1999, com a  modernização das instalações para recebimento de turistas, naquilo que o staff chama hoje de “parte nova”.

Na última parte, iniciada em 2011, investidores brasileiros adquiriram a vinícola e começa-se então uma nova fase. Já consolidada no mercado interno, a Filgueira busca agora conquistar o mundo com seus vinhos de grande qualidade e tipicidade.

Atualmente, com 30 hectares de vinhedos todos na mesma propriedade - e ainda ao redor da vinícola! - boa parte de sua produção é exportada para Brasil, Estados Unidos, Espanha Canadá, Polônia e outros países. Seus vinhos estão divididos em 7 linhas, 
FugaClásicaSauvignon GrisPropriumReservaEdición Exclusiva e Familia Necchini, cada uma com características bem peculiares.

Tivemos a oportunidade de provar alguns deles acompanhados pela Melissa Barrera, "aquisição" desta nova fase da vinícola, uma jovem e promissora enóloga, vinda de uma família de enólogos uruguaios que chegou trazendo o combustível necessário para impulsionar ainda mais estes ótimos produtos.

Para não cair na mesmice de falar sobre os - sempre muito bons - Tannats uruguaios ou sobre os vinhos de linhas premium - também sempre muito bons (e algumas vezes, caros também!) - optamos por provar alguns vinhos da linha Clásica, que costumam ter ótimas relações qualidade-preço e - os que mais me encantam - vinhos Sauvignon Gris, uma tradição da vinícola que são quase uma exclusividade na América do Sul.


Vamos a eles.


Filgueira Tannat Cabernet Franc Rosé 2014

Leve, com algumas notas de morangos e algo herbáceo. Com final levemente adocicado é um vinho para ser apreciado despretenciosamente. 

Nota VS: 14/20
Preço Brasil: R$ 35,00

Sauvignon Gris Reserva 2009


Deliciosos aromas de frutas brancas em calda, mel e baunilha encantam desde o início. Na boca tem ótima acidez, que equilibra com perfeição o frutado. Ótimo corpo, cremoso. O final longo e macio deixa uma sensação intrigante de bala de café na boca. Uma preciosidade sulamericana.

Nota VS: 17/20
Preço Brasil: R$ 55,00



Sauvignon Gris Premium 2003


Uma espécie de irmão mais velho da SG 2009, este Premium é um vinho para apreciadores com certa experiência. As notas de mel e baunilha estão ainda mais concentradas e já aparecem acompanhadas de frutos secos, amêndoas e notas de oxidação. Na boca, tudo isso se confirma e ainda possui um bom equilíbrio, com final muito longo. Segundo a vinícola, restam por volta de 200 garrafas que, se dependesse de mim, estariam todas no Brasil.

Nota VS: 18/20
Preço Uruguai: U$ (Pesos uruguaios) 340,00
Preço Brasil: não disponível


Filgueira Tannat / Cabernet Franc

Fruta, fruta e fruta. A proposta da linha Clásica e apresentar um vinho jovem, frutado e fácil de beber. Conseguiu. Este aqui ainda traz uma certa rusticidade, com alguma presença de chocolate amargo, que lhe confere um charme especial. Certamente uma das grandes relações qualidade-preço do Uruguai. Um vinho para acompanhar uma tábua de queijos, carnes vermelhas magras na brasa e uma pizza.

Nota VS: 16/20
Preço Brasil: R$ 35,00


Filgueira Cabernet Sauvignon 2002

Impressionados com a capacidade de guarda do SG Premium 2003 perguntei se havia a possibilidade de provar algum outro vinho de longa data disponível na vinícola. Foi quando Melissa sugere que provemos este CS 2002. Bingo. Apesar dos 13 anos de idade, a fruta ainda aparece, contornando as notas defumadas que dão o tom. Mostra grande evolução, com aromas e sabores bem complexos, mas ainda boa acidez e alguma presença de taninos. Incrível, mas acredito que ainda tenha o que evoluir. Está disponpivel para compra na vinícola. Imperdível para os amantes de vinhos com notas de evolução.

Nota VS: 18/20
Preço Uruguai: U$ 150,00 (~ R$ 15,00: Quê???)
Preço Brasil: não disponível.

Convidei à Melissa Barrera para falar um pouquinho sobre a Filgueira e principalmente sobre seus Sauvignon Gris, já uma espécie de marca da vinícola, a variedade que se tornou emblemática e vem nos brindando com brancos fantásticos e únicos.



Dentre as opções de visitas, a Filgueira conta com duas modalidades: degustação acompanhada das imperdíveis empanadas uruguaias e tábua de frios ou degustação acompanhada do tradicional 'asado uruguayo', que foi nossa escolha. Simplesmente delicioso e altamente recomendado.

E assim terminamos mais uma visita cujas boas lembranças nos acompanharão para sempre. Grande alegria compartilhar estes ótimos momentos com vocês, Filgueira. Muchas gracias desde Brasil!


Bodega Casa Filgueira

Por que visitar?


  • Sensação de estar visitando velhos amigos.
  • Ótima opção para comprar vinhos de excelente relação qualidade-preço.
  • Sauvignon Gris únicos na América do Sul.

Produção anual (vinhos finos): 200 mil litros
Importador no Brasil: Supermercado Verdemar (Belo Horizonte - MG)


Avaliação VS


Que Baco nos ilumine!
Reações: